Olá!

Seja bem vindo ao Geofácil.








Este blog foi desenvolvido para o trabalho da disciplina de Geografia e áreas afins com estudantes do Ensino Básico. Caso necessite de algum gabarito ou outras informações, o e-mail é sergiogta2007@hotmail.com

Que Deus abençoe poderosamente a sua vida



Seguidores

terça-feira, 29 de junho de 2010

Geografia em Quadrinhos - China

A segunda história do Projeto Geografia em quadrinhos contando sobre a China, foi elaborada pelas alunas Ana Paula de Carvalho, Cléria Rita e Késia Borges;







Geografia em Quadrinhos - Estados Unidos

A primeira história do Projeto Geografia em Quadrinhos.Com o tema América Anglosaxônica, as alunas optaram em mostrar os Estados Unidos;História elaborada pelas alunas Andrieli Tesk, Marina Pavanate e Sananda Teixeira da Oitava Série/Nono Ano da Escola Municipal Estrelinha do Norte;



quinta-feira, 10 de junho de 2010


Proposta de Atividades de Geografia
Assista ao filme Madagascar 2

Atividades ou debates propostos:
01- Determine o conceito de continente e país diferenciando o que é África do que é África do Sul.
02- Determine o conceito de continente e ilha diferenciando usando como exemplos a África e Madagascar.
03- Diferencie a paisagem natural de Madagascar, das paisagens do Continente Africano, onde o avião dos personagens do filme caiu.
04- Determine os animais originários do Continente Africano e os animais originários de outros continentes. Relacione-os com seus continentes de origem.
05- Discuta as atividades econômicas que podem ser desenvolvidas sem colocar em risco o meio ambiente do Continente.
06- De boas gargalhadas com seus alunos.


Conteúdos relacionados:Conceitos de país, continentes e ilhas.
Paisagens naturais – florestas tropicais e savanas.
Anos ou séries propostas
6º ano/5ª série ou 7° ano/6º série

segunda-feira, 7 de junho de 2010



O Egito foi provavelmente o primeiro estado a constituírem-se na África, há cerca de 5000 anos, mas muitos outros reinos ou cidades-estado foram sucedendo-se neste continente, ao longo dos séculos. Além disso, a África foi, desde a antiguidade, procurada por povos de outros continentes, que buscavam as suas riquezas, como escravos, sal e ouro. A atual divisão territorial da África, no entanto, é muito recente – de meados do século XX – e resultou da descolonização européia.
Até o século XIX, as atividades nessas regiões se resumiam ao lucrativo tráfico negreiro que marcou o desenrolar da economia mercantil. Escravos foram trazidos para a América, inclusive para o Brasil, contribuindo “de maneira forçada” na formação do povo brasileiro.
O primeiro evento de ocupação imperialista ocorreu entre 1830 e 1857, quando os franceses realizaram a conquista da Argélia. Logo em seguida, foi a vez Madagascar e Marrocos.Os britânicos realizaram sua incursão imperialista promovendo a conquista do Egito. Logo após o domínio do Egito, o Sudão, Rodésia, Uganda, Zanzibar, Quênia, África Oriental Inglesa, Serra Leoa, Costa do Ouro, Nigéria, Gâmbia também foi incorporado ao domínio inglês. Para controlarem a rica região sul-africana, os britânicos tiveram que entrar em conflito com os colonos de origem holandesa na chamada Guerra dos Bôeres, que ocorreu entre os anos de 1899 e 1902.
No ano de 1876, o rei belga Leopoldo II promoveu a anexação de toda a bacia do Congo, que foi transformada em território de ingerência pessoal, desencadeando um terrível morticínio.
O desenvolvimento da ação imperialista levou as grandes nações capitalistas a promoverem a Conferência de Berlim (1884 - 1885), organizada pelo estadista Otto Von Bismarck. O principal objetivo do encontro foi definir as regras que determinariam as conquistas imperiais sobre o continente africano. A partir daquele momento, qualquer nova anexação deveria ocorrer a partir do envio de um documento avisando os demais governos imperialistas.
Um dos fatos que mais favoreceu o processo de descolonização da África foi a Segunda Guerra Mundial que ocorreu na Europa entre 1939 e 1945. Como esse conflito armado que aconteceu no continente europeu provocando o enfraquecimento econômico e político de grande parte dos países europeus, especialmente aqueles que detinham colônias na África que, foram aos poucos perdendo o controle sobre os territórios de sua administração.




Aspectos Históricos da África


A África é um território banhado pelo Oceano Atlântico, pelo Mar Mediterrâneo e pelo Oceano Índico, onde provavelmente surgiram os primeiros seres humanos. Os mais antigos fósseis de hominídeos foram encontrados na África e têm cerca de cinco milhões de anos. Segundo evidências científicas o primeiro ancestral do homem tenha vivido na região da atual Etiópia. De acordo com os estudos, o homem só deixou o continente cruzando o mar Mediterrâneo a cerca de 50 mil anos.


Política da África


Apesar de se registrarem atualmente na África muitos conflitos de caráter político, como o da Costa do Marfim e o do Sudão, e muitas situações irregulares, como a de Angola, pode dizer-se que a maioria dos países do continente possuem governos democraticamente eleitos. As únicas exceções neste momento são a Somália, que não tem sequer um estado organizado e a República Democrática do Congo (apesar do nome oficial), que tem um governo organizado por acordo entre vários grupos políticos.No entanto, são frequentes as eleições serem consideradas como sujas por fraude, tanto internamente, como pela comunidade internacional. Por outro lado, ainda subsistem situações em que o presidente ou o partido governamental se encontram no poder há dezenas de anos, como são os casos da Líbia e do Zimbabwe.Em geral, os governos africanos são repúblicas presidencialistas, com exceção de três monarquias existentes no continente.



Aqui se vive muito menos
Dos dez países com menor expectativa de vida no planeta, nove estão na áfrica. Saiba quantos anos, em media, vive uma criança em cada dessas nações.
Botsuana (África) – 35
Lesoto (África) – 35
Suazilândia (África) – 35
Zâmbia (África) – 37
Angola (África) – 40
Serra Leoa (África) – 40
Zimbábue (África) – 41
Afeganistão (Ásia) - 42
Libéria (África) – 42
Moçambique – 42




TAREFA

1- Em grupos de no máximo 03 componentes pesquise em livros e em sites de busca sobre os seguintes aspectos do continente Africano:
a) Aspectos naturais;
b) Colonização e descolonização do continente;
c) Os conflitos étnicos;
d) O Apartheid da África do Sul;
e) O turismo;
f) As religiões praticadas no continente;
g) As heranças dos povos africanos a formação do povo brasileiro (danças, músicas, religiosidade, alimentação, etc.)
2- Apresentar no blog seus comentários e considerações sobre o conteúdo e suas tarefas.
3- Elaborar em PowerPoint a apresentação da pesquisa;
4- Apresentar a aula aos demais colegas.

Informações Adicionais
Objetivos: Trabalhar os conteúdos de Geografia, História e Conhecimentos básicos em Computação utilizando o continente Africano;

Opções de filmes:

Diamantes de Sangue - Mostra a violência dos rebeldes e a retirada das riquezas de um dos países mais pobres do mundo, Serra Leoa.

O Senhor das Armas - Com Nicolas Cage, mostra como o tráfico de armas alimenta a violência no continente.



Geografia da África


A África está separada da Europa pelo mar Mediterrâneo e liga-se à Ásia na sua extremidade nordeste pelo istmo de Suez. No entanto, a África ocupa uma única placa tectónica, ao contrário da Europa que partilha com a Ásia a Placa Euroasiática. As três paisagens de caracteriza o continente europeu sem dúvida são as savanas, os desertor e as florestas tropicais ou equatorias. O rio mais famoso e importante do Continente é o Nilo, porém a maior bacia hidrográfica é a do rio Congo. O Rift Vale também merece destaque por se tratar de uma enorme falha geológica. O ponto culminate do continente é o monte Kilimajaro.




ÁFRICA: POBRE E RICA

A África tem muitas riquezas naturais. Países como Líbia, Argélia e Egito, por exemplo, tem reservas de petróleo e gás natural. A África do Sul, por sua vez, tem ouro, minério de ferro e diamante. Apesar disso, a África tem características que a colocam entre os continentes mais pobres do mundo. Dos dez países com menor expectativa de vida do planeta, nove são africanos. Em Botsuana, Lesoto e Suazilândia, uma criança ao nascer tem a expectativa de viver apenas 35 anos, em média. No Brasil, para termos de comparação, esse numero sobe para quase 72 anos, e, no Japão, para 82. A taxa de mortalidade infantil – o número de crianças com menos de um ano que morrem em cada grupo de mil crianças nascidas vivas – também é grande. Na África do Sul é de 59 e em Mali, outro país africano é de 120. No Brasil, é menor do que 26,6. E os problemas não param por aí. Segundo pesquisas. 75 de cada 100 pessoas que vivem na chamada África Subsaariana – que inclui todos os países do continente, exceto Argélia, Egito, Líbia, Marrocos e Tunísia, além do oeste do Saara – sobrevivem com menos de dois dólares por dia ( o equivalente a R$ 4,50, mais ou menos). Ou seja, vivem em um nível considerado de pobreza, segundo o Banco Mundial.


Conhecendo o Continente Africano
A África é o segundo continente mais populoso da Terra (atrás da Ásia) e o terceiro continente mais extenso (atrás da Ásia e da América ).Tem cerca de 30 milhões de km² cobrindo 20,3 % da área total da terra firme do planeta e mais de 800 milhões de habitantes em 54 países, representando cerca de um sétimo da população do mundo.Cinco dos países de África foram colônias portuguesas e usam o português como língua oficial: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe; em Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe são ainda falados crioulos portugueses.

Mato Grosso